Será nesta quarta-feira (4) o dia do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) – unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) – participar do Mês Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovações (MNCTI), apresentando diversas atividades com transmissão simultânea, durante todo o dia, pelo canal do MCTI www.youtube.com/mctic.

Na programação do Cemaden, prevista para iniciar às 9h e se estendendo até as 20h, os temas a serem abordados no webtalk institucional, nas palestras, workshop e entrevista serão sobre os avanços científicos e inovações no monitoramento e nas pesquisas aplicadas do Cemaden nas áreas de geodinâmica e hidrometeorológicas, além dos avanços científicos nas parcerias institucionais e cooperações técnico-científicas.

Organizada pelo MCTI, o Mês Nacional de Ciência e Tecnologia foi definido pelo governo federal, com o objetivo de mobilizar a população, em especial crianças e jovens, em torno de temas e atividades da área, valorizando a criatividade, a atitude científica, a inovação e a comunicação.

Na programação, também estão previstas atividades práticas (oficinas) nas áreas de Ciência Cidadã e dos projetos participativos da sociedade para prevenção de desastres, a serem apresentados pelas equipes de pesquisadores e cientistas dos Programas Cemaden Educação e WASH (Workshop de Aficcionados em Software e Hardware).

A maioria das palestras será transmitida da sede do Cemaden, no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP), pelo canal do MCTI no Youtube.

O apoio técnico das transmissões no Cemaden será dado pela produtora responsável pelos vídeos do movimento “Nós Somos a Ciência”, que trabalha em conjunto com os Programas WASH e Cemaden Educação, além de produzir os programas do “Ciência e Cultura”, do Canal WASH. O Programa Ciência e Cultura tem o apoio e incentivos do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), por meio da Coordenação-Geral do Programa de Pesquisa em Ciências Humanas, Sociais Aplicadas e Educação.

A abertura das atividades do Cemaden no evento do MNCTI será feita pelo diretor, Osvaldo Moraes, com a apresentação do vídeo institucional. No encerramento, previsto para as 19h, será realizada a Palestra Master: Mudanças Climáticas e Desastres, pelo cientista Carlos Afonso Nobre, pesquisador sênior do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (USP) e presidente do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas.

Confira a programação

9h – Apresentação Institucional do Cemaden
Composta por vídeo, webtalk institucional da direção, coordenações do Cemaden e participação de pesquisadores:

– Osvaldo Moraes – diretor do Cemaden.
– Regina Alvalá – diretora substituta do Cemaden e coordenadora de Relações Institucionais.
– Marcelo Seluchi – coordenador-geral de Operações e Modelagem.
– José Marengo – coordenador – geral de Pesquisa e Desenvolvimento
– Sílvia Saito –pesquisadora da área de Desastres Naturais.
-Adriana Cuartas – pesquisadora da área de Hidrologia.
– Ana Paula Cunha – pesquisadora da área de Agrometeorologia.
– Liana Anderson – pesquisadora da área de fogo, vegetação e desastres naturais.
– Rafael Luiz – tecnologista em Desastres Naturais.
– Pedro Camarinha – tecnologista em Geodinâmica.

10h – Palestra: Avanços científicos na modelagem geodinâmica em subsídios ao monitoramento e alertas de desastres.
Rodolfo Moreda Mendes – coordenador-geral substituto de Pesquisa e Desenvolvimento e pesquisador do Cemaden na área de Geodinâmica. Apresentação dos avanços técnico-científicos aplicados ao monitoramento de variáveis ambientais e modelagens geodinâmica em escala local e regional, visando a emissão de alertas de deslizamentos em encostas urbanas.

11h – Atividade Prática: Com-Ciência se aprende a prevenir desastres.
Programas Cemaden Educação e WASH: Victor Mamana – (Programa WASH), Rachel Trajber, Débora Olivato, Maria Velloso, Carla Panzeri – (Programa Cemaden Educação).
A oficina pretende promover um diálogo entre ciência, tecnologia e educação para a redução de riscos de desastres, a partir da experiência prática do Programa Cemaden Educação: rede de escolas e comunidades na prevenção de desastres e do Programa WASH – Workshop de aficionados em software hardware.

12h – Palestra: Novas Tecnologias para monitoramento de desastres de origem hidrometeorológicos

Carlos Frederico de Angelis – pesquisador na área de sensoriamento remoto da atmosfera e estimativa de precipitação e coordenador substituto de Relações Institucionais.

A palestra mostrará que as variáveis deflagradoras de desastres naturais exigem uma lógica própria de monitoramento, que se difere da metodologia usada por outros setores como agricultura, recursos hídricos, aviação, entre outros. As condições de monitoramento, usando sensores convencionais, nem sempre são ideais para ajudar no conhecimento antecipado do risco de ocorrência de um desastre, o que cria uma carência de novas metodologias de monitoramento e novos tipos de sensores específicos para o monitoramento de desastres. A palestra apresentará alguns sensores utilizados no monitoramento de desastres, e também abordará o uso de novas tecnologias para essa finalidade. Por fim, serão, também, abordados novos campos de pesquisas voltados ao uso dessas novas tecnologias dedicadas ao monitoramento de desastres.

15h – Palestra: Inteligência computacional e tecnologia da informação para monitoramento de desastres em uso no Cemaden

Eduardo Fávero Pacheco da Luz – Chefe da Divisão de Desenvolvimento de Produtos Integrados, DIPIN, e Tecnologista da Informação.
Nesta palestra, serão apresentados os principais desenvolvimentos relacionados às Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), atualmente em uso no Cemaden, para sua atividade continuada de monitoramento e emissão de alertas de desastres naturais. A integração entre as fontes de dados e os principais sistemas de software e ferramentas em desenvolvimento para auxiliar o processo de tomada de decisão no Cemaden serão destacados, assim como perspectivas de desenvolvimentos e pesquisas futuras na área de inteligência computacional.

16h – Entrevista com o diretor do Cemaden, Osvaldo Moraes.

17h – Workshop Avanços na Ciência dos desastres e importância das Cooperações interinstitucionais.

Participantes:
Regina Alvalá – diretora substituta e coordenadora de Relações Institucionais do Cemaden
Armin Augusto Braun – diretor do Cenad.
Alice Silva de Castilho – diretora de Hidrologia e Gestão Territorial da CPRM.
Jorge Pimentel – pesquisador da área de mapeamento geológico-geotécnico de barragens, túneis e áreas de risco. Trabalhou 27 anos na CPRM.
Vinícius Roman – coordenador de Eventos Críticos da ANA.
Cláudio Stenner – coordenador de Geografia e Meio Ambiente do IBGE.

19h – Palestra Master: Mudanças Climáticas e Desastres

Carlos Afonso Nobre – Pesquisador sênior do Instituto de Estudos Avançados da USP e Presidente do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas. O palestrante abordará o estado da arte das pesquisas em mudanças climáticas, eventos extremos e riscos de desastres de origem climática. Material de divulgação elaborado pelo Cemaden para MNCTI e SNCT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *